Polícia não tem pistas de jogador de basquete desaparecido no Texas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de julho de 2003 as 17:39, por: cdb

A polícia americana não tem nenhuma pista sobre o jogador de basquete universitário Patrick James Dennehy, que desapareceu no Texas há duas semanas, apesar de um informante ter afirmado que um ex-companheiro de equipe teria matado o jovem de 21 anos.

Um porta-voz da polícia que cuida do caso com a ajuda do Escritório Federal de Investigações (FBI) disse nesta terça-feira que, por enquanto, não há suspeitos nem detenções.

Segundo um informante, um ex-companheiro de equipe de Dennehy, que desapareceu nacidade de Waco, teria dado um tiro na cabeça do jogador.

O incidente teria registrado na jurisdição de Waco quando o jogador e seu ex-companheiro de equipe na universidade Baylor, Carlton Dotson, se encontravam armados, segundo o informante.

Apesar da denúncia, a polícia ainda não emitiu uma ordem de prisão contra Dotson, que já teria sido interrogado sobre o caso.

No entanto, um policial da cidade de Hurlock (Maryland), onde reside Dotson, informou que eles não falaram com ele e não investigaram.

A caminhonete de Dennehy foi encontrada na semana passada sem placa em um estacionamento em Virginia Beach (Virgínia), uma localidade próxima a Hurlock.

Senque Carey, um dos ex-companheiros e amigo por muitos anos de Dennehy explicou à polícia que o jogador não é do tipo de pessoa que desaparece durante dias sem falar com ninguém.

Dennehy tinha o sonho de jogar na NBA e depois trabalhar como relações públicas em sua equipe favorita, Sacramento Kings.