Polícia faz nova reconstituição na casa dos Staheli

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de abril de 2004 as 10:54, por: cdb

A Polícia voltou ao condomínio na Barra da Tijuca, onde o casal de americanos Todd e Micehlle Staheli foi assassinado em novembro de 2003, na madrugada desta quinta-feira. Policiais e peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli acompanhados do caseiro Jossiel Conceição dos Santos, 20 anos, acusado de participar do crime, chegaram à casa pouco depois de meia-noite.

Nesta quarta-feira, o secretário de Segurança Anthony Garotinho afirmou que foi levado ao erro pelos próprios policiais ao apresentar o caseiro como assassino do casal Staheli.
 
O BankBoston confirmou nesta quarta-feira à polícia que o cheque de R$ 7 mil que Jossiel tentou descontar pertence à atriz Letícia Spiller. O documento já havia sido sustado quando o rapaz tentou receber o dinheiro numa agência da Barra. Jossiel disse que recebeu de bandidos o cheque como pagamento por ter dado informações para que eles invadissem a casa dos Staheli. O caseiro trabalha na residência vizinha à que era dos americanos.      

Os funcionários do BankBoston encaminharam à 16ª DP a carteira de identidade do caseiro, que foi pedida na agência quando ele apresentou o cheque. Jossiel deixou o documento lá e foi embora ao perceber que o cheque havia sido sustado. Mas, para não levantar suspeitas, registrou na DP sumiço da identidade.