Polícia do Uzbequistão confirma que explosão foi obra do terror

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de março de 2004 as 10:04, por: cdb

A polícia do Uzbequistão confirmou que foi um atentado terrorista a explosão que matou duas pessoas e feriu outras 20, nesta segunda-feira, no maior mercado de Tashkent, capital do Uzbequistão, aliado próximo dos Estados Unidos.

– O ato terrorista atingiu o bazar Chorzu na Cidade Velha – disse à agência de notícias Reuters um funcionário policial. Aindsa O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Ilham Zakirov, disse que a explosão era uma das várias tentativas para cometer “atos terroristas”.

– Os culpados foram detidos e estão sendo interrogados. Até agora está claro que foi uma ação planejada e que há alguém por trás. Mas não sabemos quem é até o momento – disse o porta-voz.

A agência de notícias russa Itar-Tass disse que a informação preliminar sugeria que a explosão tenha sido causada por uma terrorista suicida, mas este dado não pôde ser comprovado de imediato.

A ex-república soviética é uma das principais aliadas dos Estados Unidos em sua guerra contra o terror perto do Afeganistão. O país concedeu uma base aérea para as tropas americanas depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

A capital, Tashkent, que conta com uma população de três milhões de habitantes, está submetida a rígidso controles de segurança desde que em fevereiro de 1999 uma série de explosões matou 16 pessoas e feriu mais de 100.

Estes ataques foram atribuídos ao grupo radical islâmico Movimento do Uzbequistão, ligado à rede terrorista Al-Qaeda.