Polícia detém 52 ativistas em Davos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de janeiro de 2005 as 17:06, por: cdb

As autoridades policiais detiveram neste sábado 52 ativistas durante as manifestações realizadas na capital suíça contra o Fórum Econômico Mundial, que vai se realizar em Davos de 26 a 30 de janeiro.

Um porta-voz policial disse que essas 52 pessoas tinham sido detidas após se verificar que “levavam objetos que poderiam ter sido perigosos”. Segundo ele, a maior parte delas já foi liberada.

Os ativistas suíços contrários ao Fórum e à globalização da economia realizaram diversos atos de desobediência civil em vários pontos de Berna, o que fez com que as forças policiais tivessem de se distribuir por vários lugares da cidade.

Centenas de pessoas se manifestaram no centro da capital suíça, em frente ao Palácio federal (sede do governo) para protestar contra o evento, e empunhavam bandeiras comunistas, assim como outras relativas ao povo curdo.

A polícia de Berna tentou dissolver a manifestação, que tinha sido proibida esta semana, e agentes antidistúrbios rodearam com seus veículos blindados o lugar por onde passavam centenas de manifestantes.

Os organizadores da manifestação, a Aliança contra o Fórum, asseguraram esta semana que suas atividades seriam pacíficas, mas hoje alguns jovens atiravam garrafas de cerveja vazias contra os policiais.

Em geral, no entanto, os diversos atos de desobediência civil previstos pelos grupos antiglobalização transcorreram sem incidentes e em um ambiente festivo.