PM é morto com 17 tiros na cabeça no PR

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 16 de junho de 2003 as 04:34, por: cdb

O policial militar Luiz Carlos Ribeiro Simões, 40 anos, foi executado com 17 tiros na cabeça na madrugada deste domingo na Vila Macedo, em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 2h30. Márcio Muller, 22 anos, identificado por pessoas que estavam no local como o autor dos disparos, foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Piraquara.

Simões trabalhava no Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) da PM, e estava sendo investigado como o principal suspeito da morte de Rivelino Peralta, morto no dia 7 de junho, também na Vila Macedo.

A polícia não sabe os motivos que levaram aos dois crimes, mas há suspeitas de que as mortes estejam relacionadas com o tráfico de drogas. Peralta havia cumprido pena por tráfico e Muller, segundo populares, também seria vendedor de drogas.

O que surpreendeu os policiais foi a quantidade de tiros disparada por Muller. O rapaz descarregou todas as balas de sua pistola 380 Bersa e, em seguida pegou a arma do PM, uma pistola 380 Taurus, e disparou mais tiros na cabeça do policial.

Junto com Muller, a PM prendeu Elias de Oliveira, que estava foragido há dois anos da Colônia Penal, onde cumpria pena por assalto.

Outros cinco homicídios foram registrados em Curitiba e região no fim de semana.