PM acredita que cartaz encontrado em carro é ‘marketing’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de dezembro de 2005 as 12:14, por: cdb

O comandante do 13º BPM (Olaria), coronel Nepomuceno, afirmou, nesta quinta-feira, que a polícia está investigando se a morte dos quatro jovens, encontrados de manhã dentro de um carro na Penha tem ligação com o incêndio do ônibus da linha 350 (Passeio-Irajá, ocorrido na última terça-feira.

Para ele, o cartaz assinado por uma facção criminosa encontrado no banco da frente do automóvel com os corpos, não passa de uma ”marketing dos bandidos”.

– Não existe bandido que não admite tipo de crime. Bandido é bandido, polícia é polícia e sociedade é sociedade. A polícia está ao lado da sociedade – explicou o comandante durante coletiva.

Coronel Nepomuceno sobrevoou na manhã de hoje a área do Complexo da Vila Cruzeiro, na Penha, onde ocorreu o ataque ao ônibus e onde o carro foi encontrado com os quatro corpos e o cartaz foi encontrado.

– Até a tarde de hoje mais 200 homens de outros batalhões vão se juntar ao efetivo que já se encontra ocupando as favelas da Chatuba, Caracol, Sereno e Fé – afirmou o comandante.

O cartaz encontrado junto aos corpos dentro do carro informava que os ocupantes do carro fariam parte do grupo de 10 pessoas que atacou e queimou o ônibus na última terça-feira.