Pílula do homem tem efeito temporário, dizem cientistas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de maio de 2006 as 21:28, por: cdb

Um estudo sobre a criação de um anticoncepcional masculino sugere que temores de que ele possa afetar a fertilidade do homem permanentemente são infundados. Pesquisadores que examinaram estudos envolvendo 1,5 mil homens revelaram que, em média, eles se tornaram férteis novamente quatro meses depois de interromper o tratamento hormonal.

Em artigo na publicação médica britânica The Lancet, os cientistas disseram que a descoberta torna mais possível a criação de novos anticoncepcionais que permitam que o homem tenha um papel maior no planejamento familiar. Os métodos existentes para homens para evitar a fecundação – camisinha e vasectomia – podem ser inaceitáveis para alguns casais porque não têm eficácia garantida ou não podem ser revertidos facilmente.

Funcionamento

Os métodos anticoncepcionais hormonais funcionam de forma semelhante aos utilizados por mulheres. Tratamentos femininos suprimem a ovulação, e a produção de esperma pode ser interrompida com hormônios masculinos androgênio e progestagênio. Eles podem levar à suspensão da produção de espermatozóides no sêmen, ou contagem de espermatozóides baixa demais para a concepção.

Dois tratamentos – injeção e implante – estão em estado avançado de testes clínicos.