Piloto da BMW contraria expectativa da equipe em ótimo treino

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de fevereiro de 2007 as 09:00, por: cdb

Nick Heidfeld contrariou as previsões de que sua BMW seria a equipe a ser batida neste momento da pré-temporada da Fórmula 1, depois de resultados impressionantes nos testes realizados até o momento.

Após uma avaliação mais minuciosa do desempenho da equipe, de acordo com a imprensa inglesa, o novo carro da BMW, o F1.07, mostrou ser rápido tanto com o tanque cheio, quanto vazio, e especialmente em longas séries de voltas, como em uma simulação de corrida.

Heidfeld, no entanto, diz que ainda falta muito para poder dizer que seu carro estreará bem na temporada.

– É bom ouvir outras pessoas dizendo o quão rápido o seu carro é, mas ainda não sabemos – disse para a revista Autosport.

O piloto alemão se referia a Felipe Massa, da Ferrari, que na última semana disse que a BMW era o carro a ser batido nesta pré-temporada, conseguindo ser mais veloz que a McLaren e sua própria equipe.

– Até Melbourne, a primeira etapa, ninguém saberá o que cada time está fazendo. Eu não estou surpreso que as pessoas estejam dizendo essas coisas para tirar a pressão delas, mas eu realmente não sei. Claro que eu preferiria estar nesta posição – alfinetou Heidfeld.

De acordo com o piloto, sua equipe tem ritmo, mas ainda precisa fazer bastante trabalho para aumentar a confiabilidade do carro.

-Mas sei que é mais fácil trabalhar com confiabilidade em um carro rápido que o contrário – completa.

Na última segunda-feira, primeiro dia de testes da semana no autódromo de Barcelona, na Espanha, o companheiro de Heidfeld, Robert Kubica, registrou o segundo melhor tempo do dia, ficando atrás apenas de Pedro de la Rosa, piloto de testes da McLaren.

Heidfeld não andou. Eu seu lugar estava o reserva da equipe, Timo Glock, que registrou o décimo melhor tempo.