PF-RJ decide não se pronunciar sobre possível fraude eleitoral

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 10:50, por: cdb

A Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro não vai se pronunciar mais sobre a possível fraude no sistema eleitoral que teria sido praticado durante as eleições para deputado estadual em 2002, nesta capital. A informação foi divulgada por meio de nota pela Assessoria de Imprensa da PF.

Segundo a PF, no dia 17 de setembro de 2003, foi aberto inquérito policial para apurar o caso, que está sendo investigado pela Delegacia de Defesa Institucional. A decisão de não falar mais sobre o caso visa não prejudicar as investigações.

A nota explica que desde julho “a Polícia Federal vinha investigando as notícias sobre o fato, através do recebimento de uma carta contendo cópias de extratos sobre resultados parciais das últimas eleições para deputado estadual no Estado do Rio de Janeiro, além de disquetes contendo gravações de conversas na qual o Sr. Ronaldo Antônio da Silva, que foi candidato naquele pleito, dialogava com um interlocutor que lhe oferecia votos por R$ 10,00”.

Todo o material recebido faz parte dos autos do inquérito e está sendo examinado por analistas e peritos da Polícia Federal.