PF prende 21 novamente, após decisão do STF sobre Sanguessuga

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de maio de 2006 as 11:29, por: cdb

Vinte e uma pessoas da lista de detidos pela operação “Sanguessuga”, já foram recapturados após a determinação do STF (Supremo Tribunal Federal). Eles haviam sido soltos na terça-feira após decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região. A decisão foi revogada pelo Supremo. Já na quarta-feira, foram detidos novamente Darci José Vedoin,  dono da Planam, e Maria da Penha Lino, ex-servidora da Saúde. Foi ela que repassou uma lista com o nome de 283 parlamentares suspeitos. Os 44 acusados estavam  presos em Cuiabá há pelo menos 15 dias.

Todos foram detidos pela PF por estarem ligados à Operação Sanguessuga, que investiga a compra superfaturada de ambulâncias com dinheiro do Orçamento da União. A PF informou que mobilizou cerca de cem policiais para cumprir a decisão do STF. Foram presos entre outros, a mulher de Darci Vedoin, Cleia Trevisan e o representante comercial da Planam, Alessandro Silva de Assis.