PF e Ibama prendem servidores envolvidos em crime ambiental

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de março de 2007 as 12:35, por: cdb

A Polícia Federal e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) realizam nesta sexta-feira uma operação para prender cerca de 30 pessoas acusadas de integrar uma quadrilha que praticava crimes ambientais na região de Altamira (PA). Entre os envolvidos, estão seis servidores do Ibama, três da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente do Pará e três da Secretaria de Fazenda do Estado.
 
De acordo com notas divulgadas nas páginas da Polícia Federal e do Ministério do Meio Ambiente na internet, a ação envolvia, além de crimes ambientais, pagamento de propina, tráfico de influência e inserção de dados falsos em sistemas de informática. Participavam do esquema madeireiros, despachantes e servidores públicos.
 
A operação Ananias da PF se desenvolve nas cidades de Altamira, Santarém, Uruará, Belém, Itaituba, Placas e Porto de Moz. Cerca de 150 policiais federais participam da ação.
 
Segundo a Polícia Federal, o nome da operação é uma referência ao personagem bíblico que, junto com a mulher, Safira, teria omitido ao Apóstolo Pedro o real valor arrecadado com a venda de um terreno.