Petrobras mantém produção estável

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de fevereiro de 2005 as 11:33, por: cdb

O atraso da entrada em operação de plataformas manteve praticamente estável a produção da Petrobras em janeiro, comparada a dezembro de 2004. O resultado só não foi pior devido ao bom desempenho da plataforma P-40, instalada no campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, no Rio de Janeiro, informou a companhia nesta terça-feira.

A produção de petróleo da Petrobras registrou média de 1,532 milhão de barris diários em campos nacionais em janeiro, uma alta de apenas 0,3% em relação a dezembro de 2004. Em relação a janeiro de 2004, no entanto, a alta foi de 4,1%.

Depois de 18 meses de atraso para serem entregues, as plataformas P-43 e P-48, previstas para começarem a operar em janeiro, apenas em fevereiro devem contribuir para o aumento de produção.

A P-43, com capacidade para 150 mil barris diários, já está em operação. A P-48, do mesmo tamanho, deve entrar ainda em fevereiro, informou a Petrobras. A produção internacional somou 163,8 mil barris diários de petróleo, uma queda de 3,5% em relação ao último mês do ano passado. A maior contribuição veio dos campos da empresa na Argentina, com 109 mil barris diários de óleo equivalente (petróleo e gás), seguida da Bolívia, com 52 mil barris diários de boe e da Venezuela, com 49,2 mil boe.

Segundo dados divulgados nesta terça-feira pela estatal, a produção mundial de petróleo e gás natural da Petrobras ficou praticamente estável no primeiro mês do ano, somando 2,061 milhões de boe, contra os 2,062 contabilizados em dezembro do ano passado.