Petrobras libera consórcio que produzirá gás natural no México

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de novembro de 2003 as 15:50, por: cdb

Consórcio integrado pela Petrobras, a Teikoku Oil, do Japão, e a Diavaz, do México, venceu a concorrência internacional para a produção de gás natural do bloco Fronterizo, na Bacia de Burgos, situada a Nordeste do México.

O consórcio é liderado pela Petrobras, na qualidade de operadora, com participação de 45%. A japonesa Teikoku Oil detém 40% do capital, e os 15% restantes cabem à mexicana Diavaz. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, pela estatal brasileira.

Os Contratos de Serviços Múltiplos, no valor de US$ 265 milhões, com prazo de cinco anos, foram assinados ontem à noite com a estatal do México Pemex-Petróleos Mexicanos.

O bloco Fronterizo tem área de 231 quilômetros quadrados, totalizando seis campos já descobertos, dos quais Cuervito, Fronterizo e Topo são os responsáveis pela principal produção de gás natural do México.

Nesta sexta-feira, às 15 horas, o Diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, dá entrevista coletiva à imprensa na sede da estatal, no Rio, para detalhar a operação.