Petrobras e BHP encontram petróleo no México, em águas ultraprofundas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de junho de 2003 as 17:57, por: cdb

A Petrobras e a BHP Billiton informaram nesta segunda-feira a descoberta de petróleo no poço exploratório de Chinook, nas profundas águas do Golfo do México, que será fechado temporariamente para futura avaliação.

A estatal brasileira informou que o poço superou uma profundidade total de 8.427 metros, encontrando uma coluna de petróleo de 189 metros, com 79 metros de área útil.

A BHP Billiton controla 40 por cento de Chinook e é a operadora do campo. A Petrobras possui 30 por cento e a Total e a Amerada Hess possuem 15 por cento cada.

– A descoberta de Chinook é um resultado exploratório bastante encorajador e estará sujeita às avaliações exploratórias adicionais, assim como aos estudos de desenvolvimento da produção, de forma a permitir uma melhor definição quanto ao tamanho da reserva – informou a estatal brasileira em um comunicado à Bolsa de Valores de São Paulo.

Segundo a mesma nota, a descoberta localiza-se a cerca de 32 quilômetros da recente descoberta da BHP em Cascade, na qual a Petrobras possui uma participação de 25 por cento.

O novo poço segue descobertas anteriores de sucesso da BHP no Golfo do México, uma região considerada como área de crescimento para a divisão petrolífera da BHP Billiton.

– Este é um resultado bastante encorajador em uma grande estrutura – afirmou o diretor de exploração e desenvolvimento de negócios da BHP Billiton Petroleum, Steve Bell, em um comunicado.