Pesquisa revela que publicidade na internet atrai jovens

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de outubro de 2003 as 03:27, por: cdb

O segredo para manter a jovialidade de uma marca pode estar na Internet. Os jovens brasileiros dedicam um tempo cada vez maior à navegação na rede e isso significa que as empresas que ficarem de fora desse meio correm risco de entrar em processo de envelhecimento. A conclusão é do Ibope/NetRatings, joint venture criada pelo Grupo Ibope e pela Nielsen NetRatings para medir a audiência da Internet brasileira.

De acordo com o diretor de serviços de análises da instituição, Marcelo Coutinho, companhias que não souberem aproveitar os recursos da rede dentro de alguns anos simplesmente deixarão de existir na cabeça dos jovens.
 
– Daqui a algum tempo, quem quiser chegar ao consumidor jovem terá que usar um canal digital. Atualmente, já é difícil encontrar um jovem que dedique cerca de meia hora por dia à leitura de um jornal ou de uma revista –  observa.

Já na Internet, eles navegam em média 14 horas e 26 minutos por mês, superando inclusive europeus e japoneses, de acordo com a pesquisa. Cerca de 2,8 milhões de brasileiros com idades entre 12 e 24 anos possuem acesso residencial à rede, perdendo apenas para os norte-americanos, que navegam em média 21 horas e 48 minutos por mês.

Ganhar os jovens com acesso residencial à Internet pode significar uma fatia de um mercado com um potencial de consumo de cerca de R$ 1,1 bilhão. Segundo o Ibope/NetRatings, esses jovens pertencem essencialmente às classes A e B e possuem uma renda mensal média de R$ 397.
 
– Muitas empresas acham que não vale a pena investir em um consumidor que ganha apenas R$ 400 por mês. Mas elas esquecem que isso vai mudar no futuro – concluiu Coutinho.