Pesquisa revela que Bolsa família melhora qualidade de vida

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de junho de 2006 as 15:07, por: cdb

Para 85,6% das famílias atendidas pelo programa Bolsa Família a qualidade da alimentação melhorou depois que passaram a receber o benefício. Esse é um dos resultados da pesquisa sobre segurança alimentar dos beneficiários do programa, divulgado, nesta terça-feira, pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

A quantidade de alimentos também aumentou na avaliação de 59,2% dos entrevistados. Os itens mais consumidos foram frutas (15,9%), leite (14,9%), macarrão, pão e biscoitos (13,8%). O consumo dos demais alimentos também cresceu: carnes (13,1%), legumes e verduras (10,3%), iogurte e queijo (8,6%), feijão (5,4%) e arroz (4,3%).

– A pesquisa indica que as famílias estão alocando com sabedoria os seus recursos. Quando elas têm a oportunidade de ter um aumento de renda, alocam principalmente nos alimentos –  disse o secretário de Avaliação e Gestão da Informação do ministério, Rômulo Paes.

Foram ouvidas 3 mil famílias beneficiadas pelo programa há pelo menos um ano. O levantamento foi realizado, de 1º a 18 de março de 2006, nos 26 estados e no Distrito Federal, incluindo todas as capitais, pelo Núcleo de Pesquisas e Informações da Universidade Federal Fluminense (DataUFF). Os dados foram analisados por especialistas em nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA).