Pesquisa indica inflação acima da meta em 2005

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de novembro de 2005 as 12:03, por: cdb

A projeção de inflação para este ano aumentou de 5,31%, na semana passada, para 5,33%, de acordo com pesquisa realizada pelo Banco Central, na última sexta-feira, com uma centena de consultores financeiros e analistas de mercado de todo o país. A meta oficial de inflação é de 5,1%.

É o que indica o boletim Focus, segundo o qual o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de outubro, a ser divulgado ainda esta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ficará em torno de 0,56%, e o IPCA deste mês ficará em 0,37%. Com isso, a perspectiva de inflação para os próximos 12 meses cai de 4,66% para 4,63%.

A inflação no varejo mostra elevação mais acentuada na capital paulista, onde o Índice de Preços ao Consumidor, medido pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (Fipe) da Universidade de São Paulo (USP) elevou sua projeção de 4,65% para 4,75% na semana.

Os preços administrados por contrato ou monitorados (combustíveis, energia elétrica, telefonia, água, educação, medicamentos e outros) mostram tendência de estabilidade. A projeção de reajustes acumulados desses itens caiu de 7,64% para 7,63%, em 2005, e subiu de 4,80% para 4,84%, em 2006.

Ao contrário do comportamento de alta de preços no varejo, os índices pesquisados no comércio atacadista indicam queda ou estabilidade. Enquanto o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) cedeu de 1,51% para 1,48% na semana, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) manteve a projeção de 1,62% no ano.