Pesquisa de tucanos mostra Lula e Garotinho à frente de Alckmin

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de maio de 2006 as 12:31, por: cdb

O alto clero tucano está desanimado. Os principais dirigentes do PSDB têm nas mãos os resultados de duas pesquisas de derrubar qualquer moral. Em uma delas, o possível pré-candidato do PMDB à Presidência da República, Anthony Garotinho – apesar da greve de fome -, aparece com dois pontos percentuais acima das intenções de votos no candidato Geraldo Alckmin. E numa outra, Lula aparece com 40% dos votos dos brasileiros, na liderança absoluta da corrida eleitoral. Por mais que tentem, Alckmin, não consegue subir na preferência dos eleitores e continua abaixo da linha dos 20%.

Reunidos em São Paulo, no início da semana, os cardeais tucanos ouviram de um analistas que Alckmin não acertou, ainda, o tom da campanha e não se sabe, ao certo, se terá tempo suficiente para isso. Nem a série de anúncios veiculada na TV foi suficiente para arrastar o candidato alguns pontos acima na preferência dos eleitores. Até agora, Alckmin não conseguiu saber se deve ou não ampliar as críticas ao governo Lula. Se elevar demais o tom, o petista pode se beneficiar com um efeito colateral, se não criticar, o atual presidente simplesmente vai navegar em mar de almirante.

Segundo avaliação do comando tucano, Alckmin precisa continuar malhando no ferro frio das regiões onde não é conhecido e tentar uma composição com um arco político que lhe assegure um tempo maior na TV. Se possível, maior até do que o de Lula, o que lhe valhe a tentativa de amealhar o apoio do PDT e do PPS.