Personalidades ilustres apóiam ação contra a pobreza

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 30 de janeiro de 2005 as 10:47, por: cdb

A Chamada Global para Ação Contra a Pobreza, lançada no Fórum Social Mundial (FSM), recebeu um reforço extra na tarde deste sábado. Personalidades como o escritor português prêmio Nobel José Saramago e o escritor uruguaio Eduardo Galeano assinaram um documento tornando público seu apoio à campanha.

Comprometeram-se também o ex-diretor-geral da Unesco Federico Mayor Zaragoza; o presidente do partido socialista no parlamento europeu, Poul Rasmussen; o membro do Comitê Organizador do FSM Chico Whitaker e o diretor do Le Monde Diplomatique, Ignacio Ramonet.

A divulgação do suporte à Chamada Global, aliança mundial de centenas de organizações contra a pobreza, começou ontem, em Davos, onde acontece o Fórum Econômico Mundial, justamente o contraponto do evento que acontece em Porto Alegre.

Líderes políticos e celebridades como Bono Vox, vocalista da banda U2, e o ministro de finanças da França, Herve Gaymard, anunciaram abertamente seu compromisso com a campanha.

O documento da Chamada Global considera que se os recursos para o pagamento das dívidas fossem revertidos para a implementação de políticas públicas, haveria um avanço significativo na erradicação da pobreza.

Por isso, propõe o cancelamento total das “dívidas impagáveis” dos países pobres e reivindica transparência e responsabilidade dos governos em seus programas para eliminar a pobreza e alcançar as Metas de Desenvolvimento do Milênio.