Pequim registra 24 horas sem mortes pela Sars

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 1 de junho de 2003 as 15:51, por: cdb

A China registrou neste domingo as primeiras 24 horas sem nenhuma morte pela Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês) em quase seis semanas. Houve apenas dois novos casos de contaminação, e há uma semana o número de novas vítimas não ultrapassa um dígito.

Duas pessoas – uma em Pequim e outra na província vizinha de Heibei – contraíram Sars nas 24 horas encerradas às 10h deste domingo, afirmou o ministro da Saúde.

Ninguém morreu no período, mantendo o total de vítimas fatais da Sars no país em 332. O número de infecções ficou em 5.328, depois que dois supostos casos registrados na província de Shanxi foram descartados como sendo Sars.

Foi o primeiro dia sem nenhuma morte desde 20 de abril, quando a China revelou a extensão da epidemia em Pequim e demitiu o ministro da Saúde e o prefeito da cidade. No entanto, ainda há muitas pessoas hospitalizadas.

O presidente Hu Jintao declarou guerra à Sars no final de abril e ordenou relatórios mais precisos sobre a doença – o que levou a registros alarmantes durante um período, com cem ou mais novos casos diários em Pequim no início de maio.

Mas as contaminações caíram para menos de dez na semana passada e, apesar de ainda existir um certo ceticismo quanto à precisão dos dados, o pânico que tomou a cidade no final de abril vêm se dissipando.

O uso de máscaras, que era generalizado, agora é cada vez mais raro, mesmo no transporte coletivo ou em multidões. E as ruas voltaram a ficar congestionadas.