Pentágono testa míssil de 9,5 toneladas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de março de 2003 as 16:39, por: cdb

A Força Aérea dos Estados Unidos deve realizar nesta terça-feira, o primeiro teste da maior bomba convencional existente, um projétil gigante de 9,5 toneladas de peso, com a qual quer atacar o Iraque.

A bomba, denominada Moab (iniciais de “Munição de Golpe de Ar Em massa”, em inglês), é bem maior que a de 6,8 toneladas que os EUA usaram no Vietnã e voltaram a utilizar no Afeganistão em 2001-02.

A bomba Moab é comandada por satélite para garantir sua precisão e contém uma carga de 8,2 toneladas de explosivos de alta potência.

O teste previsto para esta terça-feira será realizado na base aérea de Eglin (Flórida), e trata-se do primeiro teste real deste tipo de projétil.

A Força Aérea acredita que a potência da bomba, similar a um artefato nuclear de pequeno tamanho, criará uma nuvem que pode ser vista a uma grande distância do local da explosão.

O teste será realizado durante a tarde desta terça-feira, em horário não informado.

O evento não poderá contar com a cobertura da imprensa, mas um avião militar realizará uma gravação em vídeo, explicou um porta-voz da Força Aérea, que afirmou que a bomba poderá ser utilizada em uma provável intervenção militar no Iraque.

Outras fontes militares informaram que o teste e sua gravação em vídeo, neste momento, poderia servir para convencer os soldados iraquianos que não vale a pena resistir às tropas dos EUA e seus aliados.

A criação desta bomba não foi isenta de controvérsia. A pequena cidade de Moab (Utah) pediu há algumas dias a Washington que mude o nome da bomba, já que poderia danificar a imagem da cidade, conhecida por ser um paraíso do turismo baseado nas atividades ao ar livre.