Pedrinho e Narizinho deixam o ‘Sítio do Pica-pau Amarelo’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 2 de novembro de 2003 as 20:36, por: cdb

Os corações de César Cardadeiro e Lara Rodrigues ficaram um tanto apertados ao receberem a notícia de que estavam dando adeus ao “Sítio do Pica-pau Amarelo”. Ambos com 13 anos, César e Lara já estão bem crescidinhos para os papéis de Pedrinho e Narizinho e vão deixar o elenco do seriado matutino da Globo em 2004.

O episódio “O Rodeio”, que estréia na quinta, é o último da dupla. Depois dele, os dois participam apenas do especial de Natal e cedem seus lugares a outras crianças, na faixa dos 9 e 11 anos. Embora triste com a sua saída, César se sente orgulhoso por ter feito o papel.

– Sempre quis fazer o Pedrinho. Cheguei a assistir às reprises da primeira versão, mas nunca imaginei que, um dia, pudesse realizar esse sonho. Quando me chamaram para fazer os testes, quase caí para trás- lembra.

Já Lara Rodrigues ressalva que todo Pedrinho e Narizinho já entra para o Sítio sabendo que vai ter de sair um dia. Mas acrescenta que esperava que esse dia não chegasse nunca.

– Na hora, bateu uma tristeza só! Afinal, já estamos juntos há quase dois anos. Viramos uma família! – derrama-se.

Mesmo assim, Lara prefere ver o lado bom da situação: ela se diz ansiosa por atuar em outras produções da emissora, como novelas e minisséries. Decidida a prosseguir na carreira artística, ela fala da experiência adquirida nos dois anos em que interpretou a Narizinho do Sítio.

– Todo mês, recebemos a visita de alguém muito legal. Tive a chance de contracenar com grandes atores, como Lima Duarte, Cláudia Raia, Ney Latorraca… – enumera.

A atual diretora do Sítio, Cininha de Paula, não pretende abrir inscrições para escolher os novos Pedrinho e Narizinho. Ela vai recorrer ao acervo de fitas da própria Globo para selecionar os substitutos de César e Lara. Depois de uma pré-seleção, os candidatos vão participar de testes de vídeo e interpretação.

– Não adianta abrir inscrições para o Brasil inteiro porque não vou ter condições de trazer crianças das regiões Norte e Nordeste para trabalhar no Rio. Tem de ser alguém daqui mesmo – explica.

A reformulação no elenco do Sítio, acrescenta ela, não vai se estender às outras crianças da série, Isabelle Drummond e Isack Dahora.

– A Emília e o Saci não têm idade ou tamanho específico. Os dois, inclusive, sempre foram interpretados por adultos. Por mim, essas crianças não sairiam nunca – garante ela.

Na verdade, o “troca-troca” de crianças é quase uma tradição no Sítio do Pica-pau Amarelo. A primeira versão do seriado, exibida na Globo entre 1977 e 1986, contou com três Pedrinhos e quatro Narizinhos diferentes.

Os mais famosos deles, Júlio César Vieira e Rosana Garcia, deixaram o elenco em 1980. Júlio César cresceu tanto que chegou a fazer o personagem de joelhos porque já estava mais alto que André Valli, intérprete do Visconde de Sabugosa.

Para escolher seus substitutos, a Globo recebeu cerca de 7 mil cartas de crianças de todo o Brasil. Depois de dezenas de entrevistas e testes, Marcelo José Patelli e Danielle Cristina Rodrigues foram os escolhidos.

Hoje gerente comercial de uma transportadora de carga, Júlio César acredita que não tenha voltado a fazer sucesso na tevê porque sua imagem ficou bastante associada à de Pedrinho. “Eu me sinto honrado por ter feito parte da infância de muitos”, garante ele.