PC do B multiplica sua representação no país

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 19 de outubro de 2003 as 12:32, por: cdb

Na esteira do PT, o PC do B multiplicou sua representação nos municípios do país desde as últimas eleições. Assim como seu aliado histórico, os comunistas ampliaram o número de prefeitos e vereadores após a chegada de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência.

Em 2000, o partido ganhou apenas uma prefeitura, em Olinda (PE), administrada por Luciana Santos. Neste ano, após o término do prazo de filiações – no último dia 3 -, o número subiu para seis, quase todas na região Nordeste. O mesmo se aplica para a contabilidade dos vice-prefeitos, que dobrou de sete para 14.

Nas Câmaras Municipais a sigla também inflou suas bancadas, passando de 150 vereadores eleitos para 273 – perdeu só quatro desde o pleito. Só neste ano, foram mais de cem adesões. Em São Paulo, tem 27 vereadores espalhados pelo Estado, sendo dois na capital.

As maiores representações estão na Bahia (37 vereadores), Piauí (30) e Pernambuco (23). Nos dois últimos, com a filiação de prefeitos, o crescimento foi considerável. No Piauí, o salto foi de seis para 30 parlamentares. E em Pernambuco, de seis para 23.

O crescimento acompanha, em escala reduzida, o inchaço dos petistas. Em junho, o PT estava estruturado em 83,1% dos 5.565 municípios do país, e hoje cobre 96% do total.