Past leva saúde a trabalhadores do Mercado e do Shopping Popular

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 06:14, por: cdb

O secretário de Saúde, Paulo Hirano; o superintendente de Saúde Coletiva, Charbell Kury, e a coordenadora do Programa de Atenção à Saúde do Trabalhador (Past), Mara Carvalho, inauguraram o novo pólo do programa no Mercado Municipal, nesta segunda-feira (26). O pólo do Past vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no boxe 36, atendendo a feirantes e permissionários do Mercado e trabalhadores do Shopping Popular Michel Haddad.
 
O secretário Paulo Hirano explicou a necessidade da unidade no local: “Temos cerca de dois mil trabalhadores aqui e a maioria começa a trabalhar de madrugada, cumprindo uma jornada de trabalho puxada e que não permite que eles cuidem da saúde, busquem atendimento médico. Com o pólo, essas pessoas terão acesso à saúde garantido, pois o objetivo é justamente trabalhar a prevenção e a promoção da saúde, com orientação, atendimento em especialidades e encaminhamento para a rede de assistência”, falou Hirano.
 
Mara Carvalho disse o Past é um serviço de vigilância quanto às condições de trabalho. “Ofereceremos atendimentos clínicos em medicina ocupacional, reumatologia, cardiologia, dermatologia, fisioterapia, infectologia, psicologia, serviço social e enfermagem do trabalho, além de curativos e primeiros socorros. Já realizamos um estudo aqui, no Mercado, e identificamos vários trabalhadores com doenças como diabetes e hipertensão, que exigem um acompanhamento e tratamento adequados, para não levar a outros agravos à saúde”, disse a coordenadora.
 
O Administrador do Mercado, Sidney Garcês, reafirmou a informação de Hirano, dizendo que, de fato, muitos não podem fechar o box ou deixar a banca para buscar atendimento. Com 40 anos de Mercado Municipal, os irmãos Jacildo Ribeiro, 71 anos, e José, 68, donos da Pioneira, elogiaram a medida: “Realmente há muita gente precisando dessa atenção. É um programa muito importante para a gente”, disse José. “E vem em uma hora oportuna, acompanhando o tema da Campanha da Fraternidade, que é Fraternidade e Saúde Pública”, frisou Jacildo.
 
Outro que aprovou foi Luiz dos Santos, de 64 anos, dono da Pastelaria São Luiz – Rei das Empadas, que atua no local desde 1968. “Acho ótimo um programa para atender ao trabalhador aqui, porque tenho problemas de audição, mas nunca tenho tempo e não posso me dar ao luxo de fechar meu espaço e deixar meus fregueses sem atendimento”.

Postado por: Natanael Santos – 26/03/2012 21:43:00

Últimas Notícias…