Partido Conservador britânico quer testes anti-aids em imigrantes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de fevereiro de 2005 as 10:38, por: cdb

 O jornal The Guardian informou em matéria publicada nesta terça-feira que o Partido Conservador da Grã-Bretanha levantou um polêmico debate envolvendo a questão da imigração nesta segunda-feira.

Ainda segundo o jornal, os integrantes do partido, conhecidos como “tories”, propuseram que uma nova lei seja criada, prevendo que qualquer estrangeiro que vá morar na Grã-Bretanha por mais de um ano seja obrigado a passar por testes de saúde, entre os quais o de Aids e de tuberculose.

– Nas próximas eleições, as pessoas vão ter que lidar com uma clara escolha: imigração controlada e limitada com os conservadores ou imigração ilimitada com o senhor Blair – defendeu o líder dos ‘tories’, Michael Howard, de acordo com o jornal.

Segundo a proposta apresentada pelos conservadores – inspiradas em políticas já existentes na Austrália, Nova Zelândia e Canadá -, os potenciais emigrantes de fora da União Européia, com exceção dos que pedirem asilo, serão submetidos a testes compulsórios. O mesmo será aplicado às pessoas que ficarem no reino por um período menor por motivos de trabalho.