Parceria com a Copersucar garante recuperação de acervo da história da cana-de-açúcar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 15:28, por: cdb

Ribeirão Preto, 24 de Março de 2012

Parceria com a Copersucar garante recuperação de acervo da história da cana-de-açúcar
Material, destinado ao MIS, irá compor o projeto de implantação da Casa da Memória Café com Açúcar, a ser instalada no futuro Complexo Cultural Matarazzo. Parceria garantirá digitalização dos VHS

 

Divulgação

Prefeitura ganha material histórica que retoma história da cana-de-açúcar. Parceria garantirá digitalização de VHS

 
Doação incrementa acervo histórico do Museu da Imagem e do Som (MIS) de Ribeirão Preto, Departamento da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto. É que o MIS acaba de receber em doação uma quantidade expressiva de fitas VHS, que contém reportagens, documentários e entrevistas sobre o universo da cana-de-açúcar.                                                                                             

Entre os assuntos mais freqüentes estão o Proálcool, política nacional, movimento de trabalhadores, investimentos no setor e debates. Estas fitas foram produzidas ao longo de duas décadas 1980/1990 pela empresa Imagem Relações Públicas, atualmente inativa, mas responsável, no passado, pela comunicação das empresas do setor sucroalcooleiro de toda região de Ribeirão Preto.                                                                                                   

O acervo, de propriedade do jornalista Fernando Brisola, foi recuperado por Adriana Silva, hoje secretária municipal da Cultura, depois da morte do jornalista. “Ao assistir todas as reportagens copiadas ao longo deste período é possível reconhecer a história do setor”, informa ela. A partir de agora, segundo ela, as 172 fitas serão digitalizadas e catologadas. “Este acervo é muito importante para o projeto de implantação da Casa da Memória Café com Açúcar a ser instalada no futuro Complexo Cultural Matarazzo”, adianta a secretária.

O conteúdo do acervo reforça a importância da cultura da cana-de-açúcar para a economia brasileira e a atuação dos empresários do setor que investiram, a partir da década 1970, na produção de um combustível ecológico e de fontes renováveis, como é o etanol.

Adriana Silva explica que o  apoio da Copersucar se dará com o financiamento direto à empresa que fará a digitalização do material. O termo de parceria já foi assinado e a expectativa é de que em dois meses o trabalho seja concluído.

Para a Copersucar, a iniciativa é contribuição à preservação da história do setor sucroenergético brasileiro, como parte de um importante projeto cultural de Ribeirão Preto. “A Copersucar, maior comercializadora apoia projetos que tenham como foco assegurar a formação educacional e cultural do cidadão e a preservação da memória histórico-cultural brasileira”, finaliza Adriana Silva.