Para técnico, jogadores do Flamengo tornaram a partida fácil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de abril de 2004 as 03:32, por: cdb

O Flamengo não foi ameaçado em momento algum pelo Tupi e dominou a partida durante os 90 minutos. Mas, para o técnico rubro-negro, Abel Braga, sua equipe só encontrou facilidade porque se dedicou desde o início e respeitou o adversário. O time da Gávea podia perder até por 2 a 1 e acabou goleando por 4 a 0 em Édson Passos.

– Não existe jogo fácil. O que existe é dedicação, seriedade. Foi isso que conseguimos, além da felicidade e da sorte de ter fazer um gol no primeiro minuto. Valeu pela vitória mas acima de tudo pela seriedade. Nós tornamos o jogo fácil porque corremos bastante – observou o treinador.

Abel elogiou o meia Felipe, que ficou no banco de reservas na partida da seleção brasileira contra o Paraguai, quarta-feira à noite, e entrou em campo menos de 24 horas depois para defender o Flamengo. Como o time carioca abriu 3 a 0 em menos de meia hora, Felipe pediu para ser substituído aos 35 minutos do primeiro tempo.

– Felipe teve um caráter extraordinário. Chegou às seis da manhã (na concentração) e foi para o jogo – comentou Abel.

O próximo adversário do Flamengo na Copa do Brasil é o Santa Cruz, dia 14 de março, mas Abel está preocupado agora com a decisão do Campeonato Estadual. No próximo domingo, Vasco e Fluminense decidem a Taça Rio e o direito de fazer a final da competição contra o Flamengo, nos dias 11 e 18.

– Agora, não tem Santa Cruz. Agora, é o primeiro jogo da decisão. Vamos ver quem vai ser o adversário – disse ele.