Para premier do Sri Lanka, parlamento é necessário para proposta de paz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de novembro de 2003 as 03:40, por: cdb

O primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe, disse ao voltar ao país de uma visita aos Estados Unidos que a presidente estava errada ao suspender o parlamento e defendeu a necessidade de uma proposta de paz para os rebeldes Tamil.

– O parlamento tem que se reunir de novo. É a única instância com mandato para negociações – disse Wickremesinghe três dias depois de sua rival, a presidente Chandrika Kumaratunga, ter suspendido o parlamento, criando uma crise que ameaça 20 meses de trégua com os rebeldes do movimento Tigre Tamil.