Papa dá sinais de melhora e tem alta em uma semana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005 as 10:26, por: cdb

O Vaticano informou nesta quinta-feira que o estado de saúde do Papa João Paulo II está melhorando e,segundo o boletim médico divulgado às primeiras horas desta manhã, os problemas respiratórios e os espasmos na laringe do Sumo Pontifice foram superados. 

O porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro-Valls, já havia dito que os exames médicos do Papa tiveram resultados satisfatórios. Segundo ele, o Pontífice deve passar mais uma semana no hospital.

– O Papa passou bem toda a noite e os exames médicos feitos deram resultados satisfatórios – afirmou Navarro-Valls à imprensa que está a postos no Hospital Gemelli, onde o Santo Padre está internado em Roma.

Ao ser perguntado quando o Papa, de 84 anos, terá alta, o porta-voz disse que “será o que os médicos decidirem, mas estamos falando em uma semana”.

Segundo informou o Vaticano no final da noite desta quarta-feira, o estado de saúde do Papa estabilizou-se durante o dia, notícia confirmada pelo ministro da Saúde da Itália, Girolamo Sirchia, que esteve com João Paulo II e disse que “ele está se recuperando”.

Segundo o porta-voz da Santa Sé, Joaquín Navarro-Valls, os “parâmetros cardiorrespiratórios” do Pontífice já estavam dentro dos “limites normais”. Ele contou que o Papa teve “assistência respiratória” (usou máscara), mas  conseguiu “repousar durante algumas horas”.

O Sumo Pontífice foi internado na noite de terça-feira, com espasmos da laringe que tornaram difícil para ele respirar e engolir. A inflamação da garganta, uma laringotraqueíte aguda, é uma complicação da gripe que começou a se manifestar no fim de semana.

Por causa da gripe, o Pontífice foi forçado, na segunda-feira e na terça-feira a cancelar compromissos da semana. Um novo boletim sobre a saúde do Papa deve ser divulgado às 9h de sexta-feira.