Papa condena terrorismo e barreira de Israel

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 16 de novembro de 2003 as 13:10, por: cdb

O papa João Paulo II condenou neste domingo os recentes ataques na Turquia e no Iraque, classificando-os como “atos de terrorismo”. Ele também criticou Israel por construir um barreira que penetra nos territórios ocupados.

Falando no domingo durante seu pronunciamento do meio-dia, o papa exortou um fim à espiral de ataques e represálias no Oriente Médio.

Ao menos 22 pessoas morreram depois que carros-bomba explodiram no sábado perto de duas sinagogas em Istambul, e 19 italianos foram mortos na quarta-feira no Iraque, após um ataque suicida contra uma base militar.

O papa pediu a israelenses e palestinos para renovar seus esforços destinados às negociações de paz e criticou Israel por construir a barreira. O Estado judaico afirma que ela serve para protegê-lo de ataques suicidas de palestinos. “De fato, a Terra Santa não precisa de muros, e sim pontes”, afirmou o papa em seus primeiros comentários sobre a controversa obra.