Palestra ensina feirantes a evitarem contaminação de peixes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 24 de janeiro de 2012 as 17:49, por: cdb

Trabalhadores da feira da Betânia, na zona Sul de Manaus, receberam nesta terça-feira (24) a palestra sobre manuseio e conservação de pescado. Realizada pela Prefeitura, na sede da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), a palestra ensinou aos feirantes técnicas para garantir a qualidade dos peixes oferecidos à população, entre elas,o cuidado com a higiene corporal, como manter unhas e mãos limpas.

Outros cuidados lembrados foram a organização e a limpeza do ambiente de trabalho, que deve ser constantemente lavado para evitar o acúmulo de mostras e não atrair roedores. Quanto ao uso de tábuas de madeira, onde frequentemente os peixes são tratados, o secretário da Sempab, Rogério Vasconcelos, orientou pela substituição de tábuas de acrílico. Segundo ele, as tábuas de madeira acabam absorvendo o sangue e outros elementos dos peixes. “Essas tábuas, mesmo após lavadas, continuam com material orgânico, comprometendo a qualidade do alimento”, explicou. “Já as tábuas de acrílico não são porosas e, por isso, não absorvem o material orgânico e são facilmente limpas”, acrescentou.

A palestra foi feita com auxílio de materiais idênticos aos usados diariamente pelos feirantes, como facas, tábuas de corte, aventais e afiadores de lâminas, entre outros utensílios. “Mostramos aos feirantes que hoje em dia é indispensável o uso de equipamentos de proteção individual como luvas, botas, avental e máscara”, afirmou a médica veterinária da Sempab, Ester Maria. Além disso, os feirantes foram orientados a adquirir o pescado de empresas que possuam os selos dos serviços de inspeção municipal, estadual ou federal (Sim, Sie ou Sif).

A palestra de hoje foi a primeira de um ciclo que será realizado pela Prefeitura de Manaus para orientar feirantes sobre a manipulação de alimentos. De acordo com o secretário da Sempab, o objetivo é qualificar os trabalhadores e oferecer alimentos de melhor qualidade aos consumidores.  “Vale a pena para os feirantes tirarem algumas horas do trabalho a fim de se qualificar”, disse Rogério.

De acordo com o secretário, melhorar o serviço oferecido pelos feirantes é levar a população amazonense de volta às feiras. “Nós queremos melhorar o modo como as pessoas cuidam dos alimentos. Qualificando os feirantes, estamos garantindo alimentos mais saudáveis à população”, disse.

Os feirantes que desejem participar de palestras como essa ou levar o evento até a feira onde trabalham podem ligar para a Sempab (3663-8492) e agendar o serviço.

 

Texto: Alana AraújoAssessoria de Imprensa Sempab