Pai de menina cigana diz que ela se casou por opção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de outubro de 2003 as 02:19, por: cdb

O rei cigano Florin Cioaba desafiou uma investigação do Estado para esclarecer se ele forçou que sua filha, a princesa cigana Ana Maria, de 12 anos, se casasse e apareceu com ela na televisão romena na última quarta-feira para dizer que o casamento foi uma opção da menina.

Centenas de convidados e repórteres testemunharam que a princesa tentou, mas não conseguiu escapar do casamento no último sábado na cidade de Sibiu, na Transilvânia, em um caso que provocou protestos da União Européia e de autoridades da Romênia.

A Comissão Européia condenou a Romênia na quarta-feira, que deseja se juntar ao bloco em 2007, por ter feito vista grossa em vez de impedir o casamento.

Vestida com roupas tradicionais ciganas e acompanhada pelos pais, ela apareceu com o noivo Birita Mihai, de 15 anos, no talk show ‘Antena 1’. Os dois disseram que concordaram em se casar depois de cinco anos de noivado.

A princesa cigana tinha deixado claro que se opunha ao casamento quando saiu da igreja, mas foi levada de volta por sua família.

– O vestido era pesado e fui até minha prima para arrumá-lo e usar o banheiro – alegou Ana Maria.

Na noite de sábado, foi mostrado para os convidados um lençol com sangue como prova de que o casamento havia sido consumado.

Uma amiga da noiva disse que Ana Maria descreveu a consumação de seu casamento como ‘uma imensa pedra caindo sobre ela’.
 
Mas seu irmão mais velho, Dorin, defendeu os costumes ciganos e disse à televisão romena que o casamento de sua irmã ‘era normal’.
 
– Não houve estupro – disse ele.