Padre é condenado por pedofilia em Minas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de janeiro de 2005 as 11:46, por: cdb

A Justiça de Minas condenou o padre Geraldo da Consolação Machado, ex-vigário de Prados, na região central de Minas, a oito anos e nove meses de prisão por atentado violento ao pudor. O padre comandou por cinco anos a paróquia da cidade e é acusado de ter abusado de uma criança de onze anos.

O próprio rapaz, que tem hoje 23 anos, fez a denúncia. Depois disso, outros relatos semelhantes surgiram na comunidade e o Ministério Público ofereceu denúncia contra o padre, que acabou condenado pela Justiça e foi afastado da cidade. Ele tem cinco dias para recorrer. O padre está desaparecido.

Caso similar

Em dezembro, o padre Alfieri Eduardo Bompani foi condenado a 93 anos de prisão por pedofilia em Sorocaba, interior de São Paulo. O religioso é acusado de abusar sexualmente de pelo cinco menores que freqüentavam sua paróquia em 2002.

Na época, o padre chegou a ser preso, mas acabou sendo solto. Novas denúncias e um depoimento fizeram com que a polícia pedisse sua prisão até o julgamento. Em novembro de 2003, o padre se apresentou à Justiça.