PAC Água leva desenvolvimento a 5 bairros nesse mês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 as 18:31, por: cdb

As obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Água avançam em Sete Lagoas, superando os 43% de conclusão. Em fevereiro, mais quatro ruas e uma rodovia serão abertas para a instalação dos tubos da malha de 23,5 quilômetros colocada debaixo das ruas para interligar os poços artesianos e reservatórios. A melhoria faz parte da ação da Prefeitura e Governo Federal para não deixar faltar água na cidade, por meio da criação de um sistema misto de abastecimento, que capte do rio das Velhas e reabasteça os poços em rede.

Após passar por 16 bairros, será a vez de o desenvolvimento chegar às ruas Juca Cândido (Jardim Santa Helena), Maria Luiza de Miranda (Morro São João), Equador (Santa Maria), avenida Professor Alberto Moura (São Sebastião), além da MG-424 (Esmeraldas II).

RELACIONAMENTO COM O CIDADÃO

A partir desse mês, os moradores serão avisados com uma semana de antecedência sobre a realização das obras nas ruas através de cartilha distribuída de porta em porta. O material explica quando começa a melhoria, o prazo de término e expõe os benefícios do novo sistema de abastecimento. Para dúvidas e reclamações, uma Central de Atendimento foi montada e já está em operação pelo 3771-7147.

O informativo e a Central são acompanhados de 30 faixas informativas que serão afixadas na segunda-feira (7) nos bairros para alertar a população sobre as obras e mostrar os benefícios futuros do novo sistema de abastecimento de água.

CRONOGRAMA EM DIA

De acordo com o engenheiro da Prefisan, construtora responsável pelo PAC Água, Carlos Kneip, o descompasso entre a abertura das valas e a pavimentação foi corrigido com a adaptação do cronograma de trabalho no final de janeiro. O engenheiro explica que as chuvas do início do mês passado impediram o asfaltamento imediato dos trechos que receberam a tubulação. “Hoje temos condição de abrir 200 metros de vala por dia e outros 200 metros de pavimentação. A situação está normalizada”, tranquiliza.