Ouvidoria da PM pedirá inquérito sobre ação de policiais em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2007 as 21:12, por: cdb

A Ouvidoria da Polícia do estado de São Paulo abriu expediente para questionar o comportamento da polícia na repressão de manifestantes que ocorreu nesta quinta-feira na Avenida Paulista.

– Assim que temos notícia de alguma ação policial que resulte em ferimento, abrimos um expediente e encaminhamos para a Corregedoria -, explicou o ouvidor Antonio Funari Filho.

Segundo o ouvidor, a polícia deveria ter se comportado como no ano passado, durante a revolta da torcida do Corinthians no Pacaembu: “conseguir o controle sem o uso de armas”.

Um dos questionamentos será sobre a falta da tarjeta de identificação na maior parte dos policiais da tropa de choque – o uso é obrigatório. Mas também será pedida investigações sobre possíveis excessos por parte da polícia.

O coronel da Polícia Militar Aylton Araújo Brandão, um dos três comandantes da ação, disse que (as alegações dos policiais) “é que tiveram corpo-a-corpo com os manifestantes e, nesse momento, muitas das tarjetas caíram. Elas caem facilmente, é de velcro”.