Outro suspeito pela morte de Chediak é preso nesta manhã em Petrópolis

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de maio de 2003 as 08:05, por: cdb

A polícia de Itaipava, em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, prendeu na manhã desta terça-feira mais um suspeito de estar envolvido no assassinato do produtor musical Almir Chediak, ocorrido no domingo. Roberto dos Prazeres, conhecido como Robertinho, foi detido na rodoviária da cidade.

Conforme o telejornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, ele estava pronto para embarcar em um ônibus. Prazeres é caseiro de uma residência na mesma rua em que Chediak morava, o que indica que ele conheceria o cotidiano do produtor.

Conforme Generino Pedro da Silva, preso nesta segunda-feira como suspeito de participação no crime, foi Prazeres quem disparou contra Chediak. Silva confessou para a Polícia Civil sua participação no homicídio e disse que conhece Prazeres há três anos.

Almir Chediak, que sempre trabalhou com importantes nomes da MPB, foi seqüestrado junto com a namorada Sami da Costa Alves por volta das 20h de domingo, quando um grupo invadiu a casa dele no distrito de Araras, perto de Petrópolis, e levou o casal no carro do produtor. Na subida da serra, Chediak foi obrigado a descer do carro e foi morto a tiros.

A namorada do produtor foi libertada depois, no bairro do Belvedere. O veículo de Chediak foi encontrado incendiado na região de Alto da Independência. O enterro de Chediak está previsto para às 14h de hoje, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro.