Oswaldo Bargas diz que só acompanhou entrevista à ‘Isto É’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de novembro de 2006 as 18:55, por: cdb

Em depoimento à CPI das Sanguessugas, o ex-secretário executivo do Ministério do Trabalho e ex-integrante do comitê de campanha do presidente Lula, Oswaldo Bargas, disse nesta quarta-feira que sua participação no caso do dossiê contra políticos tucanos limitou-se a acompanhar a entrevista que a família Vedoin deu à revista “IstoÉ”.

Bargas informou que foi a Cuiabá a pedido de Jorge Lorenzetti, apontado pela Polícia Federal como responsável pela operação de compra do dossiê contra tucanos.

– Achei que fiz um bom trabalho. Não tenho remorsos -, afirmou.

Ele observou, no entanto, que ficou muito abalado quando estourou o escândalo com a apreensão de R$ 1,75 milhão.

– Assim que recebi a notícia, senti que tínhamos caído numa arapuca. E quem organizou a arapuca foram os adversários -, disse.