‘Os preços controlados são os mais descontrolados’, diz Miro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de maio de 2003 as 16:00, por: cdb

O ministro Miro Teixeira (Comunicações) disse que o governo não tem como obrigar as empresas de telefonia fixa a diminuir o reajuste da tarifa, que será aumentada em julho, pois o repasse do IGP-DI já está previsto nos contratos.

– Estamos com um contrato que garante o IGP-DI. Se as empresas disserem que não aceitam negociar e aplicarem o IGP-DI, então aplica – afirmou o ministro.

Miro disse que há uma disposição das operadoras de reduzir o percentual de reajuste, mas que ela é muito pequena.

O ministério não está negociando um reajuste linear para todas, mas aumentos diferenciados para cada empresa.

Ele afirmou que seria necessário baixar este índice, devido ao risco de aumentar a inadimplência dos usuários e ao impacto na inflação.

“Os preços controlados são os mais descontrolados da economia”, afirmou Miro.

O governo projeto um aumento de cerca de 32% para a telefonia fixa, o que corresponde a um ponto percentual na inflação (IPCA).

Ele afirmou que a prioridade é discutir os futuros contratos, que vão vigorar de 2006 a 2026. A intenção do governo é retirar qualquer indexador e substituí-lo por uma fórmula alternativa para cada empresa.