Os EUA estão perdendo a guerra?

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de março de 2003 as 17:34, por: cdb

Afinal, os EUA estão ganhando ou perdendo essa guerra? Parecem estar ganhando, vistos os estrondos de seus bombardeios e o total de bombas que se abatem sobre a capital iraquiana, espalhando o medo e o terror. A menos de 200 km de Bagdá, pode-se ter a impressão de que o Iraque já está no papo e que tudo são favas contadas.

É verdade que há algumas pedrinhas pelo caminho. Pedrinhas que vão se acumulando e lembrando os desacertos de um outra guerrinha, que virou guerrão e da qual os EUA saíram com o rabo entre as pernas.

Vamos aos probleminhas dessa guerra de Bush:

Atacaram dois dias antes do previsto pensando pegar Saddam de supresa. Não pegaram.

Pensaram que tomar o porto de Oum Kasr ia ser moleza. Não foi e, ainda hoje, depois de instalado um QG na cidade, estão sendo atacados pelos iraquianos.

Entraram com seus tanques pelo deserto, numa coluna que se dividiria em três grupos para ir tomando as cidades iraquianas do sul, antes do grupo principal chegar a Bagdá. Tiveram de dar a volta por fora das cidades e desistir de tomar as aquelas que mostraram resistência;

Acreditaram que iam ser recebidos com flores como nos desembarques de turistas em Honolulu e começam a ser obrigados a enviar coroas de flores para as famílias dos primeiros soldados mortos.

Pensavam que iam fazer um passeio e agora parece que perderam até um avião inglês, sem se falar de que se esqueceram do inimigo interno e foram alvo de um atentado dentro do próprio acampamento no Koweit, uma coisa que lembra infiltração e tática dos viets.

Pensaram ter passado a conversa nos turcos com um pacote de dólares, mas na hora H, os turcos fizeram o que queriam.

Depois de terem passado por cima da ONU, fuzarcado a OTAN e dividido a União Européia, pensavam que depois das vitorias do primeiros dias seriam reabilitados diante da opinião pública internacional. Mas a aventura americana não provoca nenhum entusiasmo e em todo o mundo aumenta o clamor contra a guerra. O Ibope americano está indo pro brejo.

Será que os EUA estão, mesmo, ganhando essa guerra?