Organizadores cancelam Feira Brasil Rural Contemporâneo após acidente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 25 de novembro de 2012 as 09:44, por: cdb

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Os organizadores da 8ª Feira Nacional da Agricultura Familiar – Brasil Rural Contemporâneo decidiram antecipar o encerramento do evento, que ocorreria até hoje (25), na Marina da Glória, na zona sul da cidade, após o desabamento de uma estrutura metálica que resultou na morte de Adriana Ribeiro de Jesus, de 64 anos, além de ferimentos em dois homens e uma jovem.

Em nota, os organizadores informaram que a decisão foi tomada “em respeito às vítimas e a seus familiares. A medida, em comum acordo entre a Defesa Civil e coordenação da feira, também levou em consideração a falta de tempo hábil para verificar, com cautela, todas as estruturas do local e garantir a segurança dos expositores e visitantes”.

Os organizadores informaram, ainda, que as pessoas que possuem os ingressos magnéticos para a feira ou para os shows podem procurar a bilheteria neste domingo, das 10h às 22h, apresentar o cartão e solicitar o ressarcimento. “O dinheiro será devolvido na hora”. Na nota, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), um dos promotores do evento,  “reforça que lamenta o acidente, está investigando as causas e permanece à disposição das vítimas e suas famílias”.

Na tarde de ontem (24), a estrutura metálica que servia de portal de saída da Praça da Alimentação, provavelmente em decorrência dos fortes ventos, desabou matando uma pessoa e deixou outras três feridas. Adriana Ribeiro de Jesus, de 64 anos, que teve traumatismo torácico, chegou a ser levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O local do evento foi evacuado pelos organizadores.

Na noite de ontem, o MDA divulgou nota confirmando a morte e solidarizando-se com as famílias das vítimas. O ministério garante que todas os acidentados foram prontamente atendidos e que aguarda os trabalhos da perícia para identificar as causas do acidente.

Os organizadores 8ª Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária – Brasil Rural Contemporâneo esperavam encerrar o evento neste domingo  à noite com o fechamento de negócios da ordem de R$ 15 milhões, R$ 6 milhões a mais do que a última edição na cidade, em 2009.

A estimativa era que, nos cinco dias do evento, cerca de 150 mil pessoas passassem pela feira – 30 mil a mais do que na edição de 2009. Promovida pelo MDA, a Feira Brasil Rural Contemporâneo registrou, somente nos três primeiros dias, cerca de 30 mil pessoas.

Participaram da exposição 650 empreendedores da agricultura familiar. A feira incentivou este ano a realização de negócios com representantes do setores de supermercados, atacadistas, hotelaria, lojas de conveniência e produtos naturais, indústria de alimentos e bares e restaurantes.

Edição: Fábio Massalli