Oposição nega e Lula ganha aprovação externa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de março de 2011 as 08:35, por: cdb

Enquanto a oposição passou os 8 anos de governo Lula – e continua nos últimos três meses após ele transmitir o cargo – negando reconhecimento aos méritos do ex-presidente como governante, eles são reconhecidos pela comunidade internacional que continua a atribuir vários prêmios ao ex-chefe do Estado e do governo brasileiro.

E, vejam, o reconhecimento vem exatamente pela prioridade ao social com que o ex-presidente se desempenhou à frente do governo. Nos próximos dias 29 e 30 ele recebe duas comendas em Portugal, o Prêmio Norte-Sul, do Conselho da Europa, e o título de Doutor Honoris Causa da secular Universidade de Coimbra.

O prêmio Norte-Sul é concedido ao ex-presidente num reconhecimento internacional mais do que justo por sua incansável luta pela promoção do desenvolvimento econômico e a igualdade social durante os oito anos de seu governo (2003-2010).

Prêmio foi atribuído a Gorbachev no ano passado

O título da Universidade de Coimbra vem, também, em um justo reconhecimento à sua atenção dada aos “aos grandes problemas do mundo”, além do seu trabalho no governo pela preservação da amizade entre Portugal e Brasil.

As duas cerimônias serão em Portugal. O Prêmio Norte-Sul, concedido anualmente, foi atribuído em 2010 ao ex-dirigente soviético Mikhail Gorbachev e à militante política, Rola Dashti, do Kuwait. Este ano ele será, de novo, conferido duplamente – a Lula e à ativista pelos direitos humanos no Canadá, Louise Arbour.

Como vocês podem ver e, apesar de toda a resistência e tentativas da oposição e da mídia de minimizarem o significado dos últimos oito anos no país sob a liderança do ex-presidente Lula, seu papel desempenhado aqui, de forma inegável, é reconhecido internacionalmente.