Oposição critica andamento de obras da Copa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 17:30, por: cdb

Deputados de oposição aproveitaram a sessão plenária de votação da Lei Geral da Copa (PL 2330/11) para criticar o andamento das obras dos estádios e de infraestrutura para os jogos.

“O Brasil está muito aquém do que deveria estar. Essa Copa deveria ser um marco, mas o governo não é competente para fazer as obras de infraestrutura”, disse o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM).

Já o líder da minoria, deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), criticou o Regime Diferenciado de Contratações para a Copa, aprovado em junho do ano passado, que flexibiliza as normas de licitação para as obras do Mundial.

“Estamos abrindo precedente gravíssimo ao permitir obras sem o mínimo necessário para a realização, com apenas um anteprojeto. Isso gera superfaturamento, aditivos. Apenas o Estádio Nacional de Brasília teve 11 aditivos”, criticou.

O líder do Psol, deputado Chico Alencar (RJ), criticou a construção de estádios maiores que a demanda regional, que serão transformados, na sua avaliação, em “elefantes brancos”.

O projeto da Lei Geral da Copa está na pauta de hoje do Plenário.

Continue acompanhando a cobertura desta sessão.

Tempo real:20:16 – Líder do governo diz que Copa não vai transformar abstêmio em alcoólatra20:07 – Mesmo fora do texto, liberação de bebida na Copa ainda causa polêmica19:54 – Psol critica excesso de poder da Fifa e anuncia voto contra a Lei da Copa19:38 – Relator termina leitura de parecer sobre a Lei Geral da Copa18:38 – Plenário encerra fase de discussão da Lei Geral da Copa16:42 – Plenário inicia sessão para votar Lei Geral da Copa16:19 – Reunião de líderes confirma acordo para votação da Lei da CopaÍntegra da proposta:PL-2330/2011Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli