Operação prende 125 pessoas por visitar sites de pornografia nos EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 19 de outubro de 2006 as 19:27, por: cdb

Uma operação levou à detenção de 125 pessoas em 22 estados dos Estados Unidos por visitar sites de pornografia infantil, segundo informações oficiais. O Escritório de Imigração e Alfândegas anunciou, nesta quinta-feira, que as páginas mostravam crianças em atividades sexuais com adultos. A Operação Emissário aconteceu num período de dois a três meses, no fim de 2005 e início de 2006.

O comunicado informou que, além das 125 detenções, foram expedidas 225 ordens de apreensão de computadores pessoais.

– A expectativa é de mais detenções à medida que as evidências sejam examinadas -, informou um comunicado oficial.

O Escritório de Imigração e Alfândegas informou que as detenções incluem “um grande número” de indivíduos previamente declarados culpados de crimes sexuais contra menores. Grande parte das detenções ocorreu nesta quarta-feira, no estado de Nova Jersey, onde começou a operação.

Entre os detidos estão um conselheiro religioso de Vancouver(Washington), um dirigente de escoteiros da localidade de Mission (Texas) e um funcionário do Escritório de Alfândegas e Proteção de Fronteiras, disse o comunicado.

Os detidos foram acusados de posse ou recepção de pornografia infantil. Se forem considerados culpados podem ser condenados a um máximo de dez anos de prisão e multas de até US$ 250 mil (cerca de R$ 533 mil).

– Não existe um refúgio seguro. A internet não serve para proteger quem consome e coleciona imagens de crianças agredidas e exploradas sexualmente – , disse Kyle Hutchins, agente do Escritório de Imigração e Alfândegas encarregado da investigação.