Operação da Procuradoria não tem a ver com atual gestão do GDF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de novembro de 2012 as 05:45, por: cdb

A Procuradoria Geral de Justiça do Distrito Federal realizou, na manhã desta terça-feira , a Operação Mangona, para cumprir 15 mandados de busca e apreensão.
A primeira ação foi realizada no 9° andar do anexo do Palácio do Buriti, na Secretaria de Micro e Pequenas Empresas.

Em nota, o GDF informou que a operação não tem relação com a atual gestão. A investigação estaria em curso há mais de dois anos, e o alvos seriam suspeitos de desvios de recursos de emendas parlamentares de 2010.

A nota ainda diz que o GDF está fiscalizando os atos administrativos dos seus integrantes por meio da Secretaria de Trans parência, criada pelo governador Agnelo Queiroz, para apurar e coibir atos irregulares.

O objetivo da operação é recolher documentos em órgãos públicos e também na casa do deputado distrital Raad Massouh. O MPDFT investiga o desvio de verba de emenda parlamentar para eventos e festas.

A procuradoria deve cumprir mandados também no Rancho RM, propriedade de Raad, e no Sindicato da Empresas de Turismo Rural. Todo o material recolhido deve ser encaminhado à Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco).

 

..