ONU vai retirar funcionários de Bagdá

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de outubro de 2003 as 13:19, por: cdb

A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que irá retirar temporariamente seus funcionários estrangeiros de Bagdá para discutir sobre suas futuras operações no país. “Pedimos ao pessoal de Bagdá que saia temporariamente para manter consultas com as pessoas da sede sobre o futuro de nossas operações”, declarou Marie Heuze, a porta-voz da ONU em Genebra.

A decisão, que só afeta os funcionários estrangeiros na capital iraquiana e não os que se encontram na cidade de Arbil (Norte), segue-se à explosão de um carro-bomba na sede do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, quando morreram 12 pessoas, incluindo alguns seguranças da entidade. A ONU tem cerca de 30 funcionários internacionais em Bagdá e aproximadamente 2 mil empregados iraquianos em todo o país.

Em um comunicado breve, Heuze disse que as consultas teriam como foco as medidas de segurança necessárias para operar no Iraque. A ONU já havia reduzido sua presença no Iraque depois de um atentado contra a sede da organização em agosto, que provocou a morte de 22 pessoas, entre elas o Ontem, a Cruz Vermelha também informou que irá reduzir sua equipe no Iraque.