ONU: Quase metade das indianas nunca ouviu falar em Aids

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007 as 14:34, por: cdb

Cerca de 40% das mulheres da Índia nunca ouviram falar da Aids, revelou uma pesquisa do governo. Os dados deixaram ativistas do setor alarmados. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a Índia possui 5,7 milhões de pessoas contaminadas pelo HIV, o que faz desse o país com o maior grupo de portadores do vírus no mundo. Mas a taxa de incidência da doença, em uma população total de 1,1 bilhão de pessoas, é muito menor do que na maior parte da África.

A Pesquisa Nacional sobre a Saúde Familiar (NFHS), o estudo mais amplo sobre saúde e alimentação realizado na Índia, disse em sua edição mais recente que apenas 57% das indianas já tinham ouvido falar sobre a Aids.

Nas áreas rurais, onde mora a maior parte dos indianos, menos de metade das mulheres (46%) estava ciente da doença.

– Isso mostra que as mulheres não têm acesso à informação, o que se traduz em um número ainda maior de mulheres sendo contaminadas – disse Anjali Gopalan, chefe da Fundação Naz Índia, um importante grupo de combate à Aids.

Apenas 54% das indianas são alfabetizadas, contra 76% dos homens. Muitas moradoras de vilarejo não possuem aparelhos de TV em suas casas e, assim, não são atingidas pelos anúncios sobre a Aids, dizem ativistas, que defendem a adoção de medidas mais drásticas para educar e capacitar as mulheres.