ONU é aconselhada pelos EUA a retirar inspetores do Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de março de 2003 as 10:04, por: cdb

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), Mohamed ElBaradei, recebeu um telefonema do governo dos Estados Unidos, na noite de domingo, quando foi aconselhado a retirar seus inspetores do Iraque.

Com a ameaça de uma guerra no Golfo Pérsico aumentando, a Alemanha fechou sua embaixada em Bagdad, a Rússia orientou seus cidadãos a deixar o Iraque e o Departamento de Estado norte-americano ordenou funcionários não essenciais de missões diplomáticas a sair do Kuwait, e das cidades de Tel Aviv, Jerusalém e Damasco.

“Na noite de domingo, o governo norte-americano aconselhou-me a retirar nossos inspetores de Bagdad. O mesmo aviso foi dado à Unmovic (Comissão de Monitoração, Verificação e Inspeção da ONU)”, declarou ElBaradei nesta segunda-feira.

O diretor disse que comunicou o telefonema imediatamente à presidência do Conselho de Segurança da ONU e pediu orientações sobre como proceder. ElBaradei também entrou em contato com o secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

No momento, 135 inspetores encontram-se no Iraque, onde continuam a buscar provas sobre arsenais de armas de destruição em massa no Iraque, segundo uma fonte da ONU.