ONU alerta Síria sobre risco de espiral de violência no país

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de março de 2011 as 12:41, por: cdb

Da Agência Lusa

Brasília – A alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, Navi Pillay, alertou hoje (26) a Síria para uma “espiral de violência” causada pela repressão violenta de manifestações. Segundo ela, as autoridades sírias devem tomar como lições o que vêm ocorrendo no Oriente Médio e no Norte da Áfica, onde manifestantes protestam por mudanças políticas com apoio da comunidade internacional.

“Os acontecimentos recentes no Médio Oriente e no Norte de África demonstram claramente que a repressão violenta das manifestações pacíficas não dá resposta às expectativas das pessoas que saem às ruas e pode criar uma espiral de ódio, violência e caos”, disse Pillay, em comunicado.

Pillay acrescentou que “o povo sírio não é diferente das outras populações da região. Quer desfrutar dos direitos humanos fundamentais que lhe têm sido negados há muito”.

Na sexta-feira (25) uma série de protestos na Síria podem ter feito 25 mortos, segundo organizações não governamentais. Manifestantes entraram em confronto com as forças do governo em Damasco e outras regiões do país.

Sob comando a quase meio século do partido Baas, a Síria vive dias de tensão com manifestações diárias, que exigem do presidente Bashar Al Assad mudanças estruturais no governo, como mais espaço para a oposição.
 

InternacionalOriente MédioSíriamanifestaçõesviolência