OMT aprova plano de ajuda a países afetados pelas tsunamis

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de fevereiro de 2005 as 06:33, por: cdb

A Organização Mundial do Turismo (OMT) aprovou, nesta terça-feira, durante uma reunião extraordinária na Tailândia um plano para ajudar a indústria turística das nações afetadas pelo maremoto de 26 de dezembro.

Cinco organizações internacionais, incluindo a Corporação Financeira Internacional, braço investidor do Banco Mundial (BM), se comprometeram a aportar 3,9 milhões de dólares (por volta de três milhões de euros) para financiar parte do chamado Plano de Ação de Phuket.

O projeto persegue revitalizar a indústria turística da Tailândia, Indonésia, Maldivas e Sri Lanka mediante ações coordenadas.

A Espanha ofereceu assistência técnica como parte das iniciativas adotadas no seio da OMT, de cuja comissão executiva é membro permanente.

O plano também inclui a colaboração das pequenas e médias empresas, assim como a aplicação de uma política meio ambiental firme para a indústria turística à medida que se reconstrua.

Na Índia e na Indonésia, o desastre natural não atingiu destinos turísticos relevantes, mas afetou a chegada de turistas ao país.

Segundo os dados da OMT, os cinco destinos mais afetados (Índia, Indonésia, Maldivas, Tailândia e Sri Lanka) representaram em 2004 e em conjunto uma cota de mercado de 3% do total de chegadas no turismo mundial.

Cerca de 283.000 pessoas morreram ou desapareceram por causa do maremoto e que freou a expansão que o turismo começou a registrar durante o ano passado.