OMS oferece apoio contra surto de meningite nas Filipinas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de janeiro de 2005 as 07:30, por: cdb

A Organização Mundial de Saúde (OMS) ofereceu seu apoio às autoridades sanitárias filipinas para investigar o surto de meningite que causou pelo menos oito mortes na cidade de Baguio, ao norte do país, informou, nesta quarta-feira, o órgão internacional.

Desde que começou o surto no final do ano passado, as autoridades filipinas informaram de 25 casos de pessoas infectadas das quais 19 morreram, embora somente oito tenham sido confirmadas até o momento como mortes por meningite.

O doutor Jean-Marc Olivé, representante da Organização Mundial de Saúde nas Filipinas, disse que seria preciso investigar melhor o ocorrido em Baguio para avaliar a ameaça, por isso “a OMS vai proporcionar especialistas epidemiológicos e material de laboratório”.

Com este fim, uma unidade sanitária assistida por esta organização foi estabelecida na cidade filipina.

A infecção se apresenta como meningite (meningococcal meningites) ou septicemia (meningococcemia) ou como uma combinação das duas.

Os sintomas da meningite são dor de cabeça, vômitos e rigidez na nuca, na septicemia os sintomas se diferenciam porque aparece uma brotoeja e febre, e às vezes com sinais de meningite também, com períodos de incubação em ambas de duas a dez dias.

A meningococcemia é endêmica nas Filipinas, mas raramente se produzem casos de infecções numerosas.